Novidades

Combustível adulterado: saiba como identificar e o que ele pode fazer ao seu carro

Por 8 de agosto de 2019 Nenhum Comentário
combustível adulterado

Abastecer o carro com combustível adulterado é um risco mais comum do que parece. Apesar de ainda pegar muitos motorista de surpresa, os problemas causados por essa prática poderiam, muitas vezes, ser evitados.

O abastecimento com combustível adulterado acontece, principalmente, quando os motoristas acreditam estar tendo alguma vantagem pagando por combustíveis com o valor muito abaixo do normal.

No fim das contas, é o famoso “barato que sai caro”. Afinal, esse tipo de combustível pode causar uma série de problemas. Coisas como a perda de potência constante, a contaminação do óleo, carbonização e acúmulo de resíduos ou até mesmo a deformação dos pistões.

Porém, a pergunta que você deve estar se fazendo é: como identificar combustível adulterado? Não se preocupe: neste post você irá aprender a identificar a presença de combustível adulterado no seu carro e como evitar que isso aconteça.

Atente-se aos sinais e riscos

Um dos primeiros e mais simples sinais de que o seu carro foi abastecido com combustível adulterado é a perda de potência. Entretanto, além desse problema, outros sinais podem ser facilmente notados.

O aumento de aproximadamente 30% no consumo médio ou a incidência de ruídos no motor. Ele são semelhantes ao de uma corrente de bicicleta ao trocar de marcha. Além disso, também podem ser sinais de que algo não está nos conformes.

Isso acontece principalmente em momentos onde se exige mais do motor, como saídas e subidas. O principal indicativo, nesses casos, é encontrar a luz de alerta do motor acesa ao utilizar o veículo.

Isso se deve, em maior parte, à prática do “batismo” do combustível. Ou seja, quando há adição de solventes para tinta e borracha. Em casos em que há mais etanol que o previsto pela legislação – 27% para gasolina comum e 25% para premium. Em alguns casos, até água é misturada ao combustível adulterado.

Problemas causados por combustível adulterado

Entre os principais danos que o combustível adulterado pode causar estão a corrosão da injeção eletrônica, sistema de alimentação comprometido, carburador entupido e mangueiras de combustivel derretidas.

Além disso, a sujeira no óleo lubrificante e danos nas velas e válvulas, peças ressecadas com mais rapidez e até mesmo a perda do motor também são algumas das consequências que o uso de combustível adulterado pode acarretar a médio e longo prazos.

Como evitar?

Além de evitar abastecer seu veículo em postos desconhecidos e, principalmente, com valores de combustível muito abaixo do normal, você pode exigir o teste de combustível, que está previsto na lei conforme a resolução 9, 07.03.2007. da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Outra alternativa é abastecer seu veículo apenas em postos de confiança. Dessa forma, você se certifica que os fluidos colocados em seu carro obedecerão às normas da ANP.

Aconteceu! Como agir?

Basta encaminhar a denúncia para o Centro de Relações com o Consumidor da ANP, denunciando o posto ou distribuidora que está fornecendo o combustível adulterado. O contato pode ser feito pelo telefone 0800-970-0267 ou através da página da agência na internet.


Viu só? Agora você poderá ficar ainda mais atento ao abastecer para não prejudicar o seu carro por completo. Caso queira acompanhar outros conteúdos como este, basta conferir as novidades do nosso blog!